Errata

Alguns erros foram cometidos durante as aulas.
Pedimos que todos que identificarem erros entrem em contato com o curso, por email ou qualquer outro canal, para que possamos registrar aqui.

Tema 08b: Modelo cosmológico newtoniano

  1. Em 42:40 são trocados os sinais de k para colapso/expansão eterna. O correto é k<0 => Expansão Eterna e k>0 => Colapso. (Crédito: Jorge Nagasaki)
  2. A partir de 47 min, são cometidos alguns erros na discussão de ΩM,0 (crédito Marcos Amarante Garcia Jr):
    1. O problema começa com a determinação errada do valor de ρcrit,0
    2. Errei o expoente de h² em ρcrit,0 usando h-2 , o que deu um valor de ρcrit,0  = 3.84×10-29
    3. Usando o expoente correto o valor correto é  ρcrit,0  = 9.21×10-30 (Nota 8e)
    4. Com esse valor, ΩM,0=1.0 e não ΩM,0=0.25 como encontrado na aula!
  3. Na discussão que segue, porque encontramos erroneamente que ΩM,0 < 1, argumenta-se que nesse cenário o universo iria colapsar.
    1. Na verdade sofreria uma uma expansão eterna acelerada. Como foi mostrado na própria aula, o universo colapsaria se ΩM,0 > 1.
    2. Percebe-se que num ato falho, usei o valor errado para justificar a previsão física correta (expansão)
    3. De fato, os cosmólogos acreditavam que a expansão deveria ser assintótica, atingindo da/dt=0 no infinito e por isso incentivaram os astrofísicos a procurarem por uma “massa faltante”, a fim de ter ΩM,0 = 1. (Crédito: Jorge Nagasaki)
  4. Resumo: errei o expoente de h², encontrando um valor errado para ρcrit,0 e por consequência para ΩM,0 . Entretanto, a discussão final está correta do ponto de vista histórico: parecia que faltava massa no univeso.
  5. Agradeço ao Jorge Nagasaki e ao Marcos Amarante Garcia Jr que independentemente me indicaram esses erros. Numa próxima regravação do curso irei corrigir isso.

Tema 09c: Modelos de Friedmann-Lemaître

  1. Em 7:44 usei ΩM,0=0.25 mas o valor correto é 1.0 (ver errata do Tema 08b). Entretanto. isso não afeta em nada a discussão, que se baseia nos valores relativos dos Ω mais do que nos valores absolutos.

Tema 10a: Interpretação de Λ

  1. Em 30:34 faltou dividir a equação de P por 3. (Crédito: Jorge Nagasaki)

Tema 17a: Parâmetro de desaceleração

  1. Em 32:04 faltou um quadrado na constante de Hubble para a equação do q(t). (Crédito: Jorge Nagasaki)

Tema 17b: Parâmetro de desaceleração

  1. O quadrado que faltou em H no final da aula 17a é corrigido nesta aula somente a partir de 09:14.